Alunos da USP fazem Mapa Geológico da região

Alunos da USP fazem Mapa Geológico da região

Encerrou no último final de semana (14/7) a 2ª etapa do trabalho realizado pelos estudantes do curso de Geologia da USP (Universidade de São Paulo) aqui na região. Uma equipe com 20 alunos do 4º ano e três professores permaneceu na cidade e hospedou-se aqui na Pousada por cerca de 2 semanas – uma em abril e outra em julho – para fazer o Mapa Geológico local.

De acordo com o professor e doutor Miguel Angelo Stipp Basei, a atividade foi primeiramente didática, pois integra o currículo do curso, um dos primeiros do País (1959). “Nosso objetivo é garantir uma base técnica e prática para os futuros geólogos”, explica. Nesta fase do curso, os alunos se dedicam desde o início do ano a realizar esta tarefa em etapas que vão desde a preparação do trabalho, etapa de campo, até atividades em aula que culminam na elaboração de um relatório preliminar e do Mapa Geológico em si, que é apresentado no final do ano.

O Mapa Geológico é a base para analisar o solo e tipos de rochas para planejar uma futura explotação de metais e calcários. O material é usado pelos engenheiros para geotecnia.

De acordo com o doutor Basei, o trabalho é itinerante, mas a escolha pela região em 2019 se deu pelas características geológicas interessantes, com diversidade de rochas, mas também pela segurança, bom custo-benefício e beleza exuberante da região.

A Geologia, curso que nasceu no pós-guerra, atua em diversas áreas, entre elas: Hidrogeologia; Geologia de Engenharia; Geologia Econômica, petrolífera e Ambiental.

Fechar Menu